0

Grey

Grey
Título Original: Grey
E.L.James
Editora Intrínseca

" E agora aqui estou eu, estacionado em frente à Clayton's, uma loja familiar de material de construção no subúrbio de Portland, onde ela trabalha.

Você é um idiota Grey. Por que está aqui ?

Eu sabia que ia dar nisso. A semana inteira ... Sabia que precisava vê-la de novo. 
Soube desde que ela disse meu nome no elevador. Tentei resistir. Esperei por cinco dias, cinco dias entediantes, para ver se conseguia esquecê-la.

Eu não costumo esperar. Odeio esperar ... "


Toda história tem dois lados e depois de conhecer profundamente os sentimentos da Anastasia Steele na trilogia Cinquenta Tons de Cinza, agora é a hora de conhecer como foi para o Senhor Grey sair de sua zona de conforto.

Os pesadelos o assombram, mesmo depois de tanto tempo e tantas horas de terapia. O horror da fome, do frio e principalmente do abuso, ficaram abrigados para sempre em uma área do seu subconsciente e adoram aflorar durante o sono.

Toda a sua vida foi marcada por controle. Fica claro que todas as ações que ele sofreu na infância contra a sua vontade, culminaram em uma vida adulta onde tudo segue um rígido padrão de controle imposto por ele próprio. Além disso, a escuridão de seu passado disfarçada em práticas de sexo nada comuns como submissas e o limiar entre dor e prazer o colocam como uma pessoa problemática.

Ao ouvir seus próprios pensamentos através da leitura, percebemos que toda essa vida previsível e controlada se esvai quando a doce Anastasia literalmente cai de joelhos em seu escritório. Em vários momentos lemos nos livros anteriores que ela se sente como Ícaro perto do sol, mas agora ao conhecer o Senhor Grey mais profundamente percebemos que esse exemplo é uma via de mão dupla.

Ele tenta se afastar porque sabe que Ana representa um contraste muito grande em relação a toda a escuridão que ainda existe dentro dele mesmo. E a naturalidade e a timidez dela conseguem desestabilizá-lo muito facilmente.
" Eu a quero.
Aqui.
Agora.
No elevador.
- Ah, foda-se a papelada. "

Sabemos que não há novidades sobre a trama, porém há muito que se conhecer sobre os mistérios que envolvem as atitudes do Sr Grey. Como ele se sente e principalmente, detalhes sobre sua infância e traumas. Outro ponto importante é como ele se vê no meio dessa paixão avassaladora. Ele se coloca como um monstro que corrompe uma linda e inocente garota.
Anastasia foi a única pessoa capaz de tirá-lo da escuridão que ele vivia e a maneira como tudo isso evoluiu é realmente muito interessante. Ana faz com que Grey encare inúmeras primeiras vezes. A primeira a dormir em sua cama, a primeira a ser apresentada para a sua mãe, e por aí vai ... 

O livro em uma palavra : revelador

Como quem lê faz seu filme, Grey é um dos personagens mais enigmático de todos os tempos. Talvez isso explique o verdadeiro burburinho em relação a esse livro. Todos conheciam a trama, os detalhes, as brigas e o final, mas o que ninguém sabia era o que o Senhor Grey pensava e sentia em cada passo dessa trajetória.
Se você também é apaixonado casal Anastasia e Christian Grey, esse é certamente um livro que você não pode perder.

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO