0

Ligeiramente Casados

Ligeiramente Casados
Título Original : Slightly Married
Mary Balogh
Editora Arqueiro

" - Não sou sua esposa. Não de qualquer forma que realmente importe.
- Talvez, madame - disse o coronel - , esse tenha sido o nosso erro.
- Erro ?
- Concordar com um casamento apenas no nome - retrucou ele. - Deveríamos ao menos ter feito do nosso um casamento de verdade, mesmo que seguíssemos separados o resto de nossas vidas. Então não haveria esse tipo de discussão absurda. No dia do nosso casamento, talvez devêssemos ter chegado à sua conclusão natural.
Eve o encarava com o rosto em chamas.
Mas durante os preciosos segundos que deveria ter usado para encontrar palavras para expressar sua indignação, acabou se permitindo apenas sentir os efeitos físicos das palavras dele ... "

A batalha em Toulouse em 1814 não era muito diferente das outras e isso não facilitava muito para o Coronel Lorde Aidan Bedwyn. Ao ver seu amigo e Capitão Percival Morris a beira da morte, sua compaixão veio à tona. Ele devia a sua própria vida para aquele companheiro e assim sem pensar, fez uma promessa no leito de morte do subordinado e amigo. 
O Coronel Bedwyn deveria proteger Eve Morris, irmã do capitão morto em serviço.

Com um senso de dever e honra admiráveis, logo após o término da batalha, o Coronel partiu para o solar Ringwood em Oxfordshire para avisar pessoalmente a família da morte do capitão e cumprir sua promessa.
O cenário que ele encontrou era surpreendente. Eve Morris tocava a propriedade com maestria após a morte do pai, mas tinha uma certa queda por acolher desde órfãos abandonados, passando por preceptoras com histórico de abuso até um cachorro vítima de maus tratos. 
Muito antes de sua mente processar o que estava acontecendo, o Coronel Bedwyn sabia que havia muito mais em Ringwood. A beleza aliada a postura firme e até certo ponto orgulhosa de Eve, escondiam algo mais profundo.

Era inegável que Eve tinha talento para manter a propriedade produtiva, mas o testamento do pai era muito claro. Para herdar a propriedade e o dinheiro da família, Eve deveria estar casada. E casar com qualquer um estava completamente fora de questão. Seu próprio pai havia tentando em vão por muito tempo. Eve acreditava no amor, em promessas e no para sempre. Só que ela estava ficando sem tempo e com a morte do irmão, seu primo Cecil seria o herdeiro caso ela não se casasse. E isso representava perder não só a propriedademas todos aqueles que ela acolhera e que eram a sua família por opção.

Eventos diversos mantiveram o Coronel em Oxfordshire por mais tempo do que o planejado fazendo com o que o testamento do pai de Eve viesse à tona em uma roda de bebidas. Sabendo disso, Aidan Bedwyn passou por cima dos títulos da pópria família e em uma atitude nobre propôs casamento para a Srta Eve Morris.

Ligeiramente casados por força da circunstância, Eve e Aidan deveriam se conformar com esse arranjo de papel. O combinado era casar, salvar a propriedade e os bens de Eve e voltar para o exército para nunca mais voltar a vê-la. 
Aidan só não deu muita importância ao fato de ser irmão do Duque de Bewcastle e existir protocolos sobre casamentos, corte, nobreza, etc... E talvez ao mais importante de tudo, os Bedwyns eram conhecidos por amar seus cônjuges e protegê-los para sempre.

Um casamento que começou com um arranjo e aos poucos se tornou fogo e paixão.

O livro em uma palavra : Fofo

Como quem lê faz seu filme, Mary Balogh encanta com seu jeito fofo de casar personagens. Um duro e mandão Coronel e uma doce mulher do campo. Um arranjo que tinha tudo para dar errado mas que foi capaz de fazer brilhar o melhor de cada um.
A evolução dos personagens nos dá uma forte conexão.
Eve e seu jeitinho de defensora dos fracos e oprimidos é encantadora. Ela aos 25 anos e ainda sem marido, encontra nos órfãos renegados o seu lado maternal. Luta por seus filhos adotivos com tanta garra e emoção que consegue tocar até mesmo o coração de gelo do temido Duque Bewcastle.

O Coronel Lorde Aidan Bedwyn não teve outra alternativa a não ser render-se a essa guerreira linda e amorosa.

O livro faz parte de uma série e sinto muito pelo fato da publicação começar pelo terceiro :-(

1. One Night for Love
2. A Summer to Remember
3. Slightly Married - Ligeiramente Casados
4. Slightly Wicked
5. Slightly Scandalous
6. Slightly Tempted
7. Slightly Sinful
8. Slightly Dangerous

* Fonte : http://www.fantasticfiction.co.uk/b/mary-balogh/

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO