0

Perdendo-me

Perdendo-me
Título Original : Losing It
Cora Carmack

" Foi então que eu o notei.
Bem, tecnicamente, notei o livro primeiro.
E simplesmente não consegui manter a boca fechada.
- Se isso é para ganhar as garotas, eu sugiro que você vá para uma área onde circulam mais pessoas.
Ele ergueu o olhar de sua leitura e, de repente, achei difícil engolir. Ele era facilmente o cara mais atraente que eu tinha visto essa noite "

Bliss Edwards estava quase se formando na faculdade de teatro e ainda era virgem. Levada pela pressão de sua melhor amiga, ela decide resolver "o problema " naquela noite. Todo rapaz que ela olhava parecia errado, parecia sem graça, parecia que não valia o esforço.
E foi despistando a amiga insistente que Bliss encontra um lindo rapaz lendo Shakespeare em pleno barzinho. Ela não se contém e solta logo uma piadinha. O feitiço vira completamente contra o feiticeiro assim que Garrick abre a boca. O olhar penetrante e o sotaque britânico compunham um tremendo visual aliados a barba por fazer, cabelos loiros e olhos azuis.
Bliss perde a fala, sente o coração acelerar e o cérebro parar de vez. Pela primeira vez em muito tempo ela conhece um rapaz que vale a pena investir. 
Mas com Bliss Edwars nada era tão simples e descomplicado. No trajeto para casa ela acaba por se machucar e depois na "hora h" bate uma insegurança e um desenrolar "pirotécnico" envolvendo uma gata e um veterinário, interrompem a cena.

Era inegável que Bliss era meio atrapalhadinha, mas ao chegar na faculdade para mais um semestre de aulas ela não imaginava que dessa vez seria quase uma catástrofe. Um professor novo, um sotaque conhecido, olhos azuis .... A partir desse ponto ela teve que usar todo o seu autocontrole para não morrer ali mesmo.

Beijos roubados, segredos e amizades que escondiam paixões. Esse semestre não será nada fácil para Bliss Edwards e Garrick Taylor.

Cora Carmack fala de um tema tão polêmico como a virgindade através de uma personagem muito engraçada. Bliss quer viver a experiência, mas lá no fundo não gostaria que fosse de qualquer jeito. Ao conhecer e se apaixonar por Garrick tudo toma uma nova proporção. Um livro sobre o primeiro amor, a primeira vez e verdadeiras amizades.

O livro em uma palavra : romântico

Como quem lê faz seu filme, Bliss é meio ingênua e atrapalhada para uma estudante de faculdade de teatro, mas ninguém pode negar que ela é engraçada. O livro é ambientado no teatro, nas cenas, nas audições, etc .. Conhecer um pouco mais desse tema foi proveitoso, mas o romance supostamente proibido dos dois se sobressai e por mais que alguns desfechos tenham sido tão mirabolantes quanto a protagonista, foi uma leitura leve e despretenciosa.

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO