0

Roleta Russa

Roleta Russa
Título Original : Red Sparrow
Jason Matthews
Editora Arqueiro

"- Quando você chegou aqui vivia chorando pelos cantos, dizendo que precisava fazer um recrutamento importante, depois conseguiu fisgar a russinha e só queria saber de proteger o caso, proteger sua reputação de agente ... Porra Nate. 
Está na hora de começar a operar essa moça como um profissional. Pensar com a cabeça fria e ...
- A cabeça que está em cima do ombro - interrompeu Gable.
- ... e nunca esquecer o estrago que uma relação amorosa pode trazer, tanto para o caso quanto para a moça. Precisamos começar a pensar no retorno dela para Moscou. Não temos nenhuma ideia de timing . Talvez ela se recuse a trabalhar nas internas, então sugiro que você comece a plantar a ideia na cabeça dela, a prepará-la para quando esse dia chegar.
- Sim, senhor - disse Nate , finalmente erguendo os olhos para Forsyth "

Dominika Egorova tinha todas as qualidades para ser uma bailarinha. Linda, russa, alta, magra e muito talentosa, ela conseguia enxergar as cores de uma música, de emoções e de palavras por causa de um problema chamado sinestesia que guardava em absoluto segredo. Uma conspiração movida por mera inveja, a tirou do balé para sempre.
Como já não fosse o bastante, após a morte do pai o próprio tio a convida de uma forma nada sensível, para trabalhar no serviço secreto da Rússia, o SVR.
Ela já havia perdido as chances de ser bailarina, o pai já estava morto e uma ameaça velada poderia lhe tirar a mãe que lhe restou. Ela vai e a partir desse ponto, a sua vida nunca mais será a mesma. Ela conhece os horrores, o fanatismo, a falta de caráter e tudo de mais leviano através de homens que fazem de tudo pela Rússia.
Logo na academia, apesar de seu desempenho acima de média, houve um incidente por conta de sua beleza onde a sua defesa foi o suficiente para a abreviação de sua estadia. 
No trabalho em campo, ninguém a respeitava por ser mulher e ter passado pela Escola de Pardais, uma espécie de curso intensivo na arte da sedução.
Dominika conseguia ver a aura das pessoas, suas intenções, seus medos e segredos vinham em cores e isso era uma vantagem e um calvário ao mesmo tempo. A sua intuição era cada vez mais aguçada, mas suas emoções eram um redemoinho complicado de entender.

Quando recebeu a tarefa de seduzir e converter o agente americano Nathaniel Nash a fim de descobrir um agente russo que "vazava" informações para os americanos, ela viu a sua crença no sistema russo começar a balançar. Ele era diferente de tudo que ela conhecia. Fazia piada de tudo e todos e tinha bons argumentos. Por mais distância emocional que a missão exigia, havia uma fagulha de envolvimento que por mera teimosia a deixava incomodada.
Já Nash, precisava recrutar Dominika pois ela era um ativo valioso por seu parentesco com o vice-diretor do SVR.

Dominika foi traída, traída outra vez, condenada injustamente, brutalmente torturada, emocionalmente violentada e então Nash era o seu trabalho. Nesse momento ela já havia conhecido o lado mais brutal do SVR e a sua ideologia estava em uma corda bamba. Em outra perspectiva, Nash sempre se manteve distante emocionalmente de seus ativos. Cuidava da segurança, protegia e muitas vezes brigava por eles, mas Dominika era uma novidade, um sopro de ar fresco. Ela era uma beldade difícil de resistir.
Ela tinha que espioná-lo e ele tinha que espioná-la. 
Quem converte quem ? É uma pergunta que persiste até as páginas finais.

Roleta Russa conta a tragetória de uma mulher no serviço secreto russo. As dificuldades, os abusos e principalmente a politicagem em todos os níveis hierárquicos. Rússia e Estados Unidos em seus planos mais ardilosos de espionagem.

O livro em uma palavra: Denso

Como quem lê faz seu filme, Roleta Russa não é um livro muito fácil de ler. O autor, ex-funcionário da CIA abusa de descrições detalhadas sobre as entrevistas, torturas, planejamentos, etc ... Tudo é muito detalhado e minucioso. Uma trama bem construída, porém tão envolta em detalhes que tem horas que fica difícil continuar uma leitura concentrada.
Por outro lado, a escrita facilita a ambientação no Kremilim e nos Estados Unidos. 

Um livro denso e forte para os amantes da espionagem !

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO