0

Uma Carta de Amor

Uma Carta de Amor
Título Original : Message in a Bottle
Nicholas Sparks
Editora Arqueiro

" Sinto a sua falta querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos. Quase posso sentir você ao meu lado enquanto escrevo esta carta, assim como o perfume de flores silvestres que sempre me faz lembrar você. Mas neste momento esas coisas não me dão prazer. Suas visitas têm sido menos frequentes, e às vezes acho que grande parte de quem eu sou está aos poucos se afastando para longe.
Mas estou tentando. À noite, sozinho, chamos por você, e sempre que a minha dor parece maior você ainda encontra um meio de voltar para mim. "

Theresa Osborne se dividia entre seu trabalho como colunista de um jornal de Boston e a criação de seu filho Kevin. Os dias eram bons, mas ela sentia muita solidão. O fato do casamento ter terminado de uma forma tão dura acabou deixando marcas difíceis de esquecer.
Quando sua chefe praticamente a arrastou para as praias de Cape Cod, Thereza foi meio sem querer. Ela mal podia imaginar que aquela semana de folga na praia mudaria a sua vida para sempre.
No final de uma corrida pela praia ela encontra uma garrafa atolada na areia com um papel dentro. Nesse papel estava escrito um desabafo muito profundo de um homem que sofria por amor. Aquela mensagem era tão profunda que ela, naquele momento, começou a se apaixonar pelo autor. Ela leu e releu várias vezes e quando mostrou a sua chefe Deanna, veio a idéia de publicar em sua coluna do jornal. Aquela mensagem tão profunda precisava tocar outros corações.
Alguns contatos mais tarde e algumas pesquisas trabalhosas deram a Theresa mais mensagens e uma dimensão do amor incondicional do autor. A ela não restou outra alternativa a não ser procurá-lo.

Theresa no fundo sabia que havia muito mais do que curiosidade de jornalista. Seu coração fora profundamente tocado por aquelas palavras. Que mulher não gostaria de ser amada dessa maneira ?

Garrett vivia seus dias sob a inércia de um amor interrompido. A tragédia já fazia algum tempo, mas ainda doía como se tivesse acontecido no dia anterior. Tudo o fazia se lembrar da esposa e viver intensamente a amargura do passado. Essa inércia foi quebrada ao avistar uma mulher admirando o seu veleiro. Uma mulher que estava destinada a conhecê-lo.

O destino, traiçoeiro por natureza, aproximou os dois para que ambas feridas fossem cicatrizadas. Um amor que tinha fortes concorrentes com distância e passado que teimou em acontecer. Amore impossíveis são quase uma marca registrada de Nicholas Sparks, mas Uma Carta de Amor nos chama a aproveitar as chances do destino. Nos chama até mesmo para uma dose de inconsequência e imediatismo porque o amor não pode esperar.

O livro em uma palavra : Lindo

Como quem lê faz seu filme, esses dois apaixonados quase me tiram do sério. Se o amor é a conexão são tão fortes, a distância não pode acontecer. Mergulhem de cabeça, vivam essa emoção em plenitude. Sei lá, acho que esse foi um dos livros dele que eu mais dialoguei com a leitura ( se é que isso é realmente possível ).
A trama tem paisagens lindas, mostra um pouco dos dois extremos entre morar na cidade e na praia e emana emoção em muitos trechos.
Quanto ao final, o que eu posso dizer é foi padrão Sparks.

E para quem ama ver as obras do autor eternizadas, segue o trailer :


Continuo afirmando que gosto muito das obras desse autor e quem quiser ler outras resenhas, é só clicar aqui.


Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO