0

Claro que Te Amo

Claro que Te Amo
Tammy Luciano
Editora Novo Conceito

" Antes, os cumputadores não mandavam na gente, a gente não tinha essa dependência de uma máquina. A gente não precisava avisar os amigos de que ia tomar banho, de que acabou de chegar em casa, de que ia sair. Vocês estão destruindo o mundo, Piera ! A gente se comunicava, vocês se informam. Isso é triste denais ! Quem não queria, não se encontrava, e quem queria se encontrava. A vida acontecia com mais encontros. Hoje até namoram sem gostar. Sabem da vida de um ex-namorado como se ele ainda precisasse fazer parte da sua vida ..."

Piera ainda estava na fase de negação quanto ao ex-noivo. O namoro havia durado cerca de seis anos e funcionou bem até que ele disse que não a amava mais e voltaria mais tarde. Só que o mais tarde não aconteceu e foi mais tarde que ela descobriu que ele era bem diferente do que ela havia idealizado.
Foi preciso assistir o casamento dele para fechar aquela etapa de negação. Se não fosse pelo pai e as amigas, dificilmente ela teria conseguido passar por algo assim.

Como nada na vida de Piera não havia sido fácil, o fim dessa fase também não foi diferente. Desde pequena ela cresceu acompanhada somente pela companhia do pai, aquele que só de olhar já sabia exatamente o que ela estava sentindo. Cumplicidade, amor e uma relação mais do que verdadeira. Ela não tinha a mãe por perto, mas o pai se esforçava bravamente para cobrir todas as lacunas emocionais.
E até no trabalho Piera tinha afinidade com o pai. Os dois se realizavam na arquitetura e trabalhavam juntos no mesmo escritório.

A vida seguia seu curso e Piera ainda sofria por André e por tudo que ela perdido enquanto sustentava aquele noivado. Isso por si já não era muito simples, mas quem disse que a vida é simples ? 
Um telefonema tira o resto da normalidade que havia na vida de Piera. A mãe que a abandonou ainda bebê estava internada em uma clínica e queria conhecê-la. 
Ela já sabia viver sem mãe e ter uma mãe agora não era exatamente o que ela precisava. Mas ela havia rezado tanto pedindo a volta da mãe enquanto era pequena que vai ver, os anjos disseram amém com alguns anos de atraso.
O que Piera não podia imaginar era que a volta da mãe iria dar uma mãozinha extra ao destino. Na clínica onde a mãe estava internada, Piera conheceu um jovem estudante de medicina chamado Marcelo. Um jovem que mexe com seus sentimentos como ninguém jamais mexeu.

Arquivar definitivamente os fantasmas do passado, encarar o presente e dar uma chance ao futuro, são apenas algumas das dificuldades que Piera precisa vencer.
Claro que Te Amo nos apresenta a história de vida de Piera, uma jovem que foi forçada a amadurecer rapidamente, sofreu decepções amorosas e precisa vencer o medo para ser feliz.

O livro em uma palavra : fofo

Como quem lê faz seu filme, Piera arrancou meus cabelos. Ela tem um presente promissor nas mãos ao lado de um lindo rapaz e foge da felicidade por medo. Ai que coisa ! Confesso que perdi a paciência com ela várias vezes. Aliás, nem as próprias amigas aguentavam tamanha indecisão e medo. Ela sempre voltava ao passado. Mesmo nos momentos mais verdadeiros, a "lenga-lenga" estava presente. Claro que a vida dela não foi fácil, mas essa volta ao sofrimento do ex-noivo ficou muito repetitivo.  

Já Marcelo é o namorado dos sonhos. Lindo, respeitador, esportista, inteligente e decidido. Ele ama verdadeiramente e aceita a distância imposta por Piera sem nunca desistir de seu objetivo : Amá-la para sempre. Lindo de se ler !

No mais o livro é um "young adult" gostosinho de se ler :-)

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO