0

O Palácio da Meia Noite

O Palácio da Meia Noite
Título Original :  El Palacio de la Medianoche
Carlos Ruiz Zafón
Editora Suma de Letras

" Nunca poderei esquecer a noite em que nevou sobre Calcutá. O calendário do orfanato St. Patrick´s desfiava os últimos dias de maio de 1932, deixando para trás um dos meses mais quentes da história da cidade dos palácios.
Dia após dia, esperávamos com tristeza e temor a chegada daquele verão em que completaríamos 16 anos e que marcaria nossa separação e o fim da Chowbar Society, o clube secreto e fechado com sete membros exclusivos que tinha sido nosso lar durante aqueles anos de orfanato. "

O Palácio da Meia Noite era o nome de um antigo casarão que servia de abrigo para as reuniões da Chowbar Society e também em homenagem ao horário das sessões plenárias. Seus membros já não viam grandes desafios nas brincadeiras do orfanato e assim os encontros na calada da noite vieram suprir a necessidade de novos desafios. 
Siraj, Isobel, Roshan, Michael, Seth, Ian e Ben eram os membros da Chowbar e antes de tudo, eram muito amigos. Dividiam quartos no orfanato, segredos e o pesar. Eles eram a família escolhida por eles próprios. Mas o que ninguém sabia era que o passado de Ben voltaria para atormentá-lo após quase dezesseis anos.

Há quase dezesseis anos atrás a cidade de Calcutá viveu a maior tragédia de todos os tempos. Uma estação de trem recém inaugurada pegou fogo e trezentas e sessenta  crianças órfãs acabaram morrendo.
A vida de Ben se entrelaça diretamente com essa terrível história. O seu passado até então desconhecido, volta para cobrar o seu preço.

Sombrio, fascinante e inacreditavelmente sinistro, O Palácio da Meia-Noite, assim como próprio Zafón nos diz em uma nota no início do livro, é uma leitura que o célebre Firmín Romero de Torres (Cemitério dos Livros Esquecidos ) gostaria de ter lido.

O livro em uma palavra : Sombrio

Como quem lê faz seu filme, era para ser um livro juvenil, mas a riqueza da escrita encanta os apaixonados pela leitura. A trama sombria com reviravoltas do passado que já sabemos ser uma marca na escrita de Zafón, aparece também em seus primeiros livros. 
Elementos sobrenaturais, paisagens assustadoras e personagens marcantes pela coragem e bravura marcam demais O Palácio da Meia-Noite. Ben era um menino cheio de sonhos que de repente conhece o que restou de sua família para quase que no mesmo instante perdê-la. Não ! Ele não poderia se conformar ! E não o fez. Encarou seus medos e não mediu esforços para lutar com um inimigo que nem de longe jogava limpo.

A verdade é uma só : Zafón encanta desde os seus primeiros livros. Talento encantador de contar histórias !

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO