0

A Rainha dos Reis

A Rainha dos Reis
Maria Dahvana Headley
Editora Record

"- Sua rainha o traiu, senhor. Nós já não o servimos.
- Mentiroso ! - gritou Marco Antônio, tirando a espada da bainha para golpear o homem por sua imprudência, mas ele já se distanciava a galope com sua companhia, deixando Marco Antônio e seus últimos soldados leais irremediavelmente em inferioridade numérica contra os inimigos romanos e os próprios homens de antes. Ainda assim, eles não o levaram prisioneiro. Não o mataram. Por que não ? Que ordens estariam seguindo ? "

Marco Antônio largou tudo por ela. Deixou sua esposa, deixou Roma e fez do Egito a sua nova terra. 
Cleópatra já havia sido casada , mas foi ao lado de Marco Antônio que ela se sentia completa. Discutiam estratégias de guerra, grandes planos para conquistar cada vez mais aliados e depois se consumiam como amantes. Ela era para ele a mulher mais perfeita e completa e ele a permitia ser assim. Confiava em suas estratégias e a fazia se sentir desejada e poderosa. 
Otaviano, irmão da esposa que Marco Antônio abandonou em Roma para se jogar nos braços de Cleópatra, participava ativamente desse astuto plano de mentiras e morte.
Roma tinha grandes dúvidas em relação a lealdade de Marco Antônio  e em uma grande rede de intrigas colocou uma plano em ação para derrubar esse reinado de Cleópatra.
Otaviano não poupou esforços e mandou uma mensagem falsa para Marco Antônio e suas tropas. Acuado e se sentindo traído pela única pessoa que ele confiava totalmente, Marco Antônio morre em batalha.
Cleópatra sabia que aquela batalha já era perdida e infelizmente o seu plano B não chega até seu amado rápido o suficiente. Os romanos roubaram seu marido, tomavam o Egito e seus filhos e ela perdia muito mais que um reinado.

Desesperada, Cleópatra resolve apelar para os deuses antigos e Sekhmet foi a sua escolhida. Sekhmet a deusa da destruição, fora invocada por Cleópatra mas nunca para serví-la. Ela queria Marco Antônio vivo outra vez e a deusa queria espalhar destruição e morte através do corpo de Cleópatra. 

A partir desse ponto, uma grande vingança se instala através de Cleópatra. Aquela que era a rainha aclamada por todos, passa a ser uma criatura com os  terríveis poderes de Sekhmet.

Maria Dahvana Headley remonta a história de Cleópatra com muitos ingredientes fantásticos. Vemos uma rainha que não mediu esforços para ter novamente o seu reinado e o seu amado. Uma história que mescla mitologia egípcia com a vida de uma das mulheres mais influentes que o Egito já viu.

O livro em uma palavra : Denso

Como quem lê faz seu filme, A Rainha dos Reis é uma leitura forte e densa tanto pela trama real que envolve a Cleópatra, quanto pelo aspecto mitológico e fantástico que foi inserido. 
A linguagem da autora é de fácil entendimento e a trama flui super bem. Outro ponto positivo é a pesquisa da autora porque as cenas descritas no livro são tão reais que você se pega muitas vezes em dúvida se aquilo aconteceu na realidade ou não. A conexão com a trama acontece muito rapidamente e por conta disso, sem perceber você lê 100 páginas de uma só vez.
Esqueça tudo que um dia você já aprendeu sobre a grande rainha do Egito e prepare-se para algo surreal.

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO