0

O Primeiro Dia

O Primeiro Dia
Título Original : Le Premier Jour
Marc Levy
Editora Suma de Letras

"Keira, quando procuramos no infinitamente grande um ponto infinitamente pequeno, uma fonte de luz, por mais afastada, ou quando esperamos um ruído vindo do fundo do universo, de uma única coisa podemos estar certos: da vontade de descobrir. E sei que o mesmo se passa com você, quando escava a terra "

Keira é arqueóloga e mais do que respirar, descobrir a origem do homem é a sua vida. 
Em um vale na Etiópia, ela havia feito poucos avanços, mas um grande amigo; Harry, um garoto órfão que ela havia ensinado inglês e um pouco de francês. Harry fazia parte dos seus dias naquela escavação até que uma espécie de tornado resolveu acabar com o trabalho da sua equipe. Com a verba curta e nada grandioso descoberto, era hora de partir. A única lembrança de Harry que Keira carregava era um estranho pingente. Escuro, liso e com aparência antiga, esse objeto mudaria sua vida para sempre. Harry estaria junto dela através do pingente que usava envolto em uma cordinha de couro.
Já em sua casa em Paris, Keira por intermédio exclusivo de sua irmã mais velha, consegue uma aprovação preliminar para seu projeto. Novos recursos para voltar para o Vale do Omo na Etiópia e enfim descobrir o que foi interrompido pela natureza.

Adrianos, ou Adrian como era conhecido na Academia de Ciências de Londres e por seus colegas, era um astrofísico que desde pequeno gostaria de descobrir onde afinal começava a aurora. Qual galáxia ? Qual planeta ? Onde era o início de tudo que conhecemos ?
Adrian viu seus trabalhos no Atacama serem interrompidos abruptamente por um problema de saúde causado pela falta de oxigênio. Ao voltar para Londres, cansado e decepcionado, viu através de seu colega Walter que a solução seria partir em busca de novos recursos.

A vida de Adrian e Keira se cruza novamente quando os dois acabam sendo concorrentes.  A adrenalina das apresentações somada aos quinze anos de separação, os transformam em dois adolescentes. Mas Keira tinha seu sonho para seguir e fugindo, acabou deixando um estranho colar na casa de Adrian.
Um colar que já havia chamado a atenção do humilde professor Yvory na França. Um professor que sabia muito bem a importância daquele pingente que nem o teste de carbono 14 conseguiu datar a idade.

Um colar que naquele exato momento, já havia alertado pessoas influentes nos quatro cantos da terra. Pessoas capazes de tudo para roubá-lo ou até mesmo impedir quem quer que fosse capaz de descobrir a sua real utilidade.

Adrian e Walter tem uma estranha experiência com o tal colar durante uma tempestade e a partir daquele ponto, eles ainda não sabiam, mas, estavam prestes a descobrir uma verdade há tempos manipulada e escondida. Uma verdade que envolvia Keira e os colocava em perigo. 

Um rastro de perseguições e mortes e uma jornada a seguir.

Marc Levy leva o leitor a viajar pelos cantos mais remotos do planeta junto com Keira e Adrian em busca de respostas. Descobertas que podem mudar o curso da humanidade e principalmente a vida dos dois. A entrega, a amizade e o amor verdadeiro que renasce durante as buscas, fazem de Keira e Adrian personagens inesquecíveis.

O livro em uma palavra : adrenalina

Como quem lê faz seu filme, O Primeiro Dia envolve pela trama e pelos personagens com diálogos inteligentes. Saber a origem do mundo, divagar pelo Stonehenge, escalar Pirâmides Brancas, tomar café com monges e descobrir que antigas civilizações, dotadas de muita inteligência, eram capazes de grandes feitos sem qualquer tecnologia, são somente algumas das coisas interessantes desse livro.
A paixão dos personagens por grandes descobertas inerentes a profissão é sentida na escrita detalhada e apaixonada. Sem contar que os dois são perfeitos um para o outro ! Inteligentes, passionais e apaixonados,  Keira e Adrian são capazes de nos levar a uma das mais fantásticas buscas pela verdade.


Alguns pontos me deixaram atordoada :
- O professor Ivory ajuda ou atrapalha ?
- Quem são as outras pessoas com codinomes de cidades (inclusive Rio) e por que elas não querem que a verdade venha a público ? 

Eu acredito que o autor nos deixa propositalmente com essas questões na mente. Afinal, é preciso conhecer O Primeiro Dia e A Primeira Noite (previsto para Outubro aqui no Brasil) para entender completamente essa jornada.

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO