0

A Última Carta de Amor

A Última Carta de Amor
Título Original :
Jojo Moyes
Editora Intrínseca

"Quero viver bem , desejo que você se orgulhe de mim. Se tudo o que nos é permitido são horas, minutos, quero ser capaz de gravar cada um deles na memória com perfeita clareza para poder recordá-los em momentos como este, quando minha alma está sombria.
Goste dele, se precisar, meu amor, mas não o ame. Por favor não o ame.
Egoisticamente seu,
B."

Jennifer Stirling acaba de acordar depois de um terrível acidente. Embora tenha perdido a memória, algo em seu íntimo gritava que estava tudo fora do lugar. Aquela casa, aquelas roupas e principalmente aquele marido rico e frio como gelo.
As pessoas a tratavam como se a vida comessasse a partir daquele ponto, nem sua própria mãe lhe contava detalhes do acidente ou até mesmo pra onde ela estava indo e por quê.
Jennifer resolveu arrumar o próprio quarto para tentar se localizar e quem sabe se conhecer um pouco melhor e foi nessa hora que um livro que ela nem lembrava que lhe pertencia chamou sua atenção. Dentro desse livro, uma carta de amor contava detalhes de um amor extra conjugal.

Tudo isso aconteceu há mais de 40 anos atrás, nos anos 60 e vem à tona por conta de uma jornalista chamada Ellie Haworth. Ellie sempre foi bem resolvida no trabalho, mas um relacionamento com um homem casado estava afetando diretamente toda a sua vida. A sua chefe no jornal Nation da Inglaterra a pressionava por artigos, mas desde que ela encontrou aquela carta de amor no arquivo do jornal que não conseguia pensar em outra coisa senão Jenny e Boot, os protagonistas daquela carta.

Nos anos 60, o divórcio era inadmissível mas Jennifer acaba jogando tudo para o alto para viver um grande amor, mesmo que isso significasse uma enorme diferença financeira. Só que o destino a colocou em um hospital e levou a sua memória para longe.
O livro conta com idas e voltas ao passado a história de amor vivida por esses personagens. Ela uma socialite e ele um jornalista e correspondente de guerra. O leitor monta um verdadeiro quebra-cabeças para montar todo esse cenário e entender os desencontros que o destino pode nos conceder.
A grande expectativa fica a cargo do encontro dos personagens com a verdade, mas a autora nos garante uma grande estrada para chegar até lá.

O livro em uma palavra : sentimental

Como quem lê faz seu filme, eu gostei do estilo da Jojo, mas confesso que o enredo me incomodou um pouco. Jennifer é retratada como uma mulher linda que estava acostumada a ter os homens a seus pés e isso pode ser interpretado de várias maneiras. Às vezes acho até que a autora faz isso de propósito porque no final vemos uma Jennifer completamente diferente que encontra uma razão para viver ajudando outras pessoas.
Esse não é aquele livro que faz o seu coração bater mais forte, ou chorar pelos personagens, mas te faz pensar principalmente em coragem. Coragem para viver uma mentira ou encarar a verdade.
Ah e não posso deixar de contar para vocês que a edição brasileira está muito linda. Durante o desenrolar dos capítulos, podemos ler trechos de cartas de outros apaixonados.

A Última Carta de Amor, é um livro sobre o amor, mas mais que isso é um livro sobre recomeços.




Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO