13

Uma Estranha Simetria


Uma Estranha Simetria
Título Original:
Audrey Niffenegger
Editora Suma de Letras

" NÃO CONSIGO ME VER EM ESPELHOS.
- Puxa. Deve ser ... solitário.
SIM.
- Eu queria poder te ver.
ESTOU À SUA ESQUERDA, DEBRUÇADA SOBRE VOCÊ.
- Mm. Não. Talvez você esteja noutra parte do espectro. Ultravioleta ? Infravermelho ?
VOCÊ PRECISA DE ÓCULOS DE VER FANTASMAS.
- Genial ! A gente podia patentear isso, as pessoas podiam andar pela rua e ver todos os fantasmas que pegam ônibus, assombram a Sainsbury´s ...
VOCÊ PODIA USAR NO CEMITÉRIO. MUITOS FANTASMAS LÁ ?
- Sei lá. Quer dizer, você não está no cemitério, onde eu esperaria te encontrar.
GÊMEAS ESTÃO CHEGANDO.
- Minha nossa. Até amanhã, então. "

Elspeth e Edwina Noblin eram gêmeas idênticas. Como na maioria dos casos de gêmeos, elas faziam tudo juntas e adoravam brincar com as pessoas. Tudo ia bem até que uma dessas brincadeiras alterou para sempre o curso de suas vidas. Uma continuou morando na Inglaterra e a outra foi para Chicago nos Estados Unidos. Desde então, elas nunca mais se viram. A comunicação acontecia apenas por cartas.

Elspeth vivia na Inglaterra enquanto Eddie estava em Chicago com seu marido e suas gêmeas idênticas e espelhadas chamadas Valentina e Júlia.
O que separou as duas, era um segredo guardado a sete chaves que nem mesmo Robert, companheiro de Elspeth, conseguiu descobrir ao longo dos anos.

Elspeth e Robert moravam em apartamentos separados. Ambos voltados para o cemitério cristão e consagrado chamado Highgate. Um cemitério que como dizia a lenda, durante uma exumação, serviu de inspiração para Bram Stoker escrever Drácula.
Robert tinha uma ligação muito forte com Highgate. Ele trabalhava no cemitério e também escrevia uma tese de mestrado sobre o mesmo.

Em paralelo a tudo isso, temos Martin que morava no mesmo prédio e sofria de Toc ( Transtorno Obsessivo Compulsivo). Podemos sentir na pele como essa doença pode destruir vidas e separar pessoas.

A vida seguia seu curso com Elspeth sem nenhum contato com sua irmã e suas sobrinhas. Só que Elspeth parte dessa vida e sua alma fica presa em seu apartamento.
Astuta como ela só, Elspeth através de seu testamento, tenta arrumar a bagunça do passado e ao mesmo tempo mudar o curso do destino.
Suas sobrinhas Valentina e Júlia citadas no testamento, acabam morando no apartamento de Elspeth e suas vidas jamais seriam a mesma. As razões e a verdadeira razão de tudo isso se revela aos poucos.

A autora narra com riqueza de detalhes toda a trajetória de Elspeth, seus erros do passado e sua proeza no pós morte. Temas como a ligação das gêmeas, transtornos de personalidade e o Toc são tratados com muita propriedade.
Até onde você iria por amor ?
Um livro que mexe com o conceito de amor, vida e morte.
Com Audrey Niffenegger nada é previsível. Reviravoltas inesperadas te surpreendem a todo tempo.

O livro em uma palavra: denso

Como quem lê faz seu filme eu gostei muito dos personagens secundários. Martin e Marijke ganham brilho na estória.
As gêmeas Valentina e Júlia chamam a atenção pela dependência psicológica que uma tem em relação a outra. As vezes chega a ser doentio.
Highgate é um caso a parte. A autora o descreve tão bem e com tanta riqueza de detalhes que por muitas vezes, me peguei querendo passear pelos mausoléos. E olha que eu tenho pavor de cemitérios. rsrsrs
Não espere um livro romântico ou sobrenatural ao extremo. O que você achará aqui é um livro sobre a relação entre gêmeos, erros do passado e o fio tênue entre a vida e a morte.

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO