15

Destino - Allie Condie


Destino
Allie Condie
Editora Suma de Letras

" - Não dá para simplesmente botar fogo nas coisas - ele me disse uma vez. - Os tubos são como os aparelhos de incineração na nossa casa. Registram a quantidade e o tipo de material destruído. - Sobraram algumas pilhas de livros e , enquanto observo, os trabalhadores vão de uma a outra, seguindo as ordens dele. É mais rápido incinerar páginas que livros, por isso cortam os volumes, retirando os miolos, preparando-os para os tubos."

A comida era de acordo com as necessidades calórias de cada um. As roupas indicavam o seu local de trabalho. A escrita, somente através de equipamentos específicos.
O sono era monitorado pela Sociedade.
Sua cara metade era escolhida pela Sociedade.
As músicas eram as definidas pela Sociedade.
Os jogos eram definidos pela Sociedade.
Até a morte era definida pela Sociedade.

Cassia vivia muito bem cuidada e protegida pela Sociedade.
Aquilo era o seu mundo. Ou talvez, o mundo que ela conhecia.

Como reclamar quando não se tem um parâmetro de comparação ?
E é mais ou menos isso que acontece com Cássia, sua família e seus amigos. Vivendo em um mundo completamente futurista, eles obedecem regras rígidas de comportamento e obediência. Tudo fluia como programado até que na festa para se conhecer o par de Cássia, algo inesperado acontece. O par de Cássia, era estranhamente uma pessoa conhecida. Normalmente isso era raro pois o normal era de acordo com análises que envolviam, genética, comportamento e algo mais , se encontrar o par perfeito em outras colônias.
Duas pessoas que se conhecem e formam o par perfeito, era definitivamente motivo de festa.

Cassia apesar de conhecer o seu par, recebe um microship com informações detalhadas. E é a partir daí que a coisa muda de figura. Um erro acontece e o microship mostra o rosto de uma outra pessoa. Uma pessoa que Cássia também conhecia e que naquele momento desperta toda a curiosidade da nossa protagonista.

Ver o rosto de uma outra pessoa, desperta em Cássia a ânsia natural por respostas. Cassia se aproxima do seu "outro par" e aquela convivência mostra alguns segredos da Sociedade.
Dividida entre os dois garotos, aos poucos ela desperta para a realidade de tudo aquilo que chamavam de vida.
Por que tudo era previsível ? Por que não podemos escolher ? São algumas perguntas que assombram a mente de Cassia.

Allie Condie nos presenteia com um livro futurista que nos chama a resgatar valores.
Para onde iremos com toda essa corrida tecnológica ? Essa é certamente uma pergunta que nos vem a mente após conhecer Destino, um livro que fala de amor e escolhas.

O livro em uma palavra : futurista

Como quem lê faz seu filme, eu me senti péssima imaginando uma Sociedade que queima livros. Descarta, joga fora como se a cultura não fosse nada.
Como escolher apenas 100 músicas ? Como decidir o que guardar para a eternidade e o que destruir ?
Destino desperta emoções , toca nosso coração e puxa as nossas orelhas em relação ao nosso futuro.
Qualquer semelhança, nesse caso, pode não ser mera coincidência.

Recomendadíssimo !!!

Eu tive a honra de ler Destino em primeira mão, uma vez que o mesmo só estará nas livrarias a partir de Abril. É que a editora me enviou a prova do livro.
Uma honra não é ?! A primeira prova a gente nunca esquece.


Destino é o 1º volume da Trilogia Matched de Ally Condie

- Destino (Matched)
- Crossed (Previsto para nov. de 2011 nos EUA)
- Título ainda não divulgado.

Enquanto Abril não chega, fiquem com o BookTrailer exclusivo :




Siga o livro nas mídias sociais e fique por dentro das novidades !



Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO