13

Eternidade Mortal


Eternidade Mortal
Título Original : Immortal in Death
J.D.Robb
Editora Bertrand

" E não eram compras comuns, lembrou a si mesma, sentindo o estômago se repuxar. Era a aquisição de um vestido de noiva. Ela só podia ter enlouquecido. Aquilo tudo tinha sido idéia de Roarke, é claro. Ele a pegara em um momento de fraqueza. Os dois estavam sangrando naquele momento, feridos e sentindo-se com sorte por estarem vivos. Quando um homem é esperto e conhece a sua presa bem o bastante para escolher a hora e o lugar certos para propor casamento, bem, então a mulher não tem escapatória. Pelo menos no caso de uma mulher como Eve Dallas. "

O ano era 2058 com viagens intergalácticas, tele-links e andróides mas para Eve o problema era antigo e conhecido : o casamento. Vestido de noiva, festa e lua de mel. Isso tudo era mais aterrorizante para Eve do que prender uma quadrilha de traficantes de drogas ilegais completamente desarmada. Amigos são para as horas boas e ruins e assim, Eve recorre a Mavis para essa missão.
Pera aí ! Mavis, aquela que usa uma cor de cabelo para cada dia da semana ?
A própria. Mavis agora, estava namorando um estilista em ascensão e como melhor amiga da noiva, se sentiu na obrigação de dar uma forcinha com o vestido, o enxoval e outras coisinhas.

Toda a lealdade de Eve é colocada a prova quando um assassinato acontece e a principal suspeita acaba sendo a sua melhor amiga. Mavis tinha o motivo e todos os indícios levavam até ela.
Eve precisa ser leal a ela mesma e sofre demais por acusar a melhor amiga. Como uma boa policial, ela acredita que não deixará nada passar e que isso só pode ter sido uma armação.

Roarke, lindo, rico, gostoso e cheio de amor para dar ( suspiros ...) se aproxima ainda mais de Eve. Ele abre portas sentimentais que estavam trancafiadas dentro de Eve. Os dois são vítimas da vida e isso os une e os torna cúmplices um do outro. E junto com essa nova experiência de confiança e entrega, vem os pesadelos e a lembrança do passado de Eve.
Aquilo que ela bloqueara como forma de sobrevivência, agora vem aos poucos cobrando o seu preço.


Durante a investigação Eve se depara com uma droga ilegal capaz de rejuvenescer e destruir o sistema nervoso. Feeney e Peadbody estão trabalhando lado a lado com Eve e também temos o bonitão Jake T. Casto da Divisão de Drogas Ilegais que garante diálogos bem sarcásticos.
Achar a fórmula e o responsável pela droga, pode certamente livrar a sua melhor amiga da prisão. E Eve não poupa tempo, nem os brinquedinhos tecnológicos de Roarke para que isso aconteça. Mesmo que para isso, ela tenha que entre um interrogatório e outro, se preocupar com o buquê de noiva, enxoval e a limpeza de pele.

O livro em uma palavra : viciante.

Como quem lê faz seu filme, para aqueles que adoram uma cena inesquecível, a academia particular na mansão do Roarke, foi palco do completo descontrole emocional do nosso protagonista masculino preferido. Tem luta no tatame com pele suada e músculos a mostra e sexo selvagem. Claro que a cena é proibida para menores e você quase entra em combustão espontânea pensando "naquilo", mas eu tive que ler 4847568476 vezes.

Roarke revela nesse livro como nasceu o relacionamento e a cumplicidade entre ele e Summerset. É emocionante demais !

Ainda preciso falar se eu recomendo ?

Recomendadíssimo !!!

Conheça todos os livros publicados no Brasil :
- Nudez Mortal
- Glória Mortal
- Eternidade Mortal
- Êxtase Mortal
- Cerimônia Mortal
- Vingança Mortal
- Natal Mortal
- Conspiração Mortal
- Lealdade Mortal
- Testemunha Mortal
- Julgamento Mortal
- Traição Mortal
- Sedução Mortal

- Reencontro Mortal
- Pureza Mortal
- Retrato Mortal

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO