26

Pequena Abelha


Pequena Abelha
Chris Cleave
Editora Intrínseca

"Às vezes eu penso que gostaria de ser uma moeda de uma libra esterlina em vez de uma menina africana. "

" Eu adoraria ser uma libra esterlina. Uma libra pode viajar livremente para a segurança, e nós podemos assistir, também com liberdade, à sua viagem. Esse é o triunfo da humanidade. Chama-se globalização. "


Seu nome era Pequena Abelha ou pelo menos o nome que a situação a fez escolher.
Seu país, a Nigéria.
Seu idioma, o inglês.
Sua vida, um sinônimo de coragem.

Pequena Abelha deveria se chamar Grande Coragem. Sobreviveu as mazelas de seu país e depois a mais algumas na Inglaterra. Com bravura e muita inteligência, aprendeu a falar o "Inglês da Rainha" e a esconder seu corpo.
Os fantasmas do passado estavam ali todos os dias, mas a nossa Pequena Abelha Grande Coragem, não se deixava levar e seguia em frente.
Seu encontro com Sara e Andrew, ainda na Nigéria, mudou para sempre a vida dos envolvidos. Ou pelo menos, uma parte deles.
A conexão de Sara e Pequena Abelha se deu imediatamente. Duas vidas que se encontram por mero acaso e descuido e que jamais voltariam a funcionar da mesma forma.

Uma decisão que ninguém deveria tomar !

Chris Cleave nos brinda com um relato tão verdadeiro e profundo que é possível ouvir as vozes e sentir os dramas dos personagens.
O livro é narrado em primeira pessoa e isso o torna mais real e emocionante ainda.
Vocês podem perceber que do mesmo modo que o livro me encantou, ele também me levou a refletir sobre a minha vida.
Pequena Abelha é real demais. É visceral e impactante demais !
Você começa a ler e não consegue parar e o final ... bem vocês precisam conferir.


O livro em uma palavra : Arrebatador

Como quem lê faz seu filme, Pequena Abelha deu um show de realidade. Muitas vezes vivemos em nossas bolhas onde tudo é mais do que perfeito e nós sempre achamos os defeitos, amplificamos as coisas. Ler esse livro faz a sua perpectiva entrar em foco novamente.

Eu arrisco dizer aqui para vocês que Pequena Abelha é um livro necessário em suas estantes. Não fará você morrer de amores pelo mocinho, ou queimar neurônios para descobrir a conexão com o assassino mas fará você refletir sobre o quão perfeita é a sua vida.

Recomendadíssimo !

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO