12

Insight

Insight
Roberto Campos Pellanda
Editora Porto de Idéias

" Sua preocupação principal era de como iria reagir com os criminosos, caso o menino realmente estivesse naquela casa, como imaginavam. Tentaria conter a sua ira contra aquelas pessoas que eram protagonistas da história escabrosa que haviam recém-desnudado. Se oferecessem resistência, porém, surpreendeu-se ao pensar que não teria dificuldade em mandá-las direto para o inferno."

Cinco crianças desaparecidas.
A esposa de um rico empresário que cometeu suicídio.
Dois policiais dedicados e que não se curvam ao medo.

E o que eles tem em comum ?
Tudo estava conectado. O desaparecimento das crianças, o comportamento, as visões, a psicose semelhante ao caso da mulher que se suicidou.
O cenário é a cidade de São Paulo e o congresso em Brasília. A política e o poder a favor de algo que desde o mais remotos tempos é capaz de qualquer coisa : o dinheiro.

O comportamento das crianças havia mudado um pouco antes do desaparecimento. Ficaram retraídos e de certa forma obcecados por uma figura um tanto sombria: Gengis Khan.
A única pessoa que sabia dos detalhes era um padre que pouco podia ajudar por conta de seus votos sagrados.
O detetive Paulo, seu parceiro Miguel e a psiquiatra forense Maria Helena acreditavam que não era apenas um surto psicótico. Havia mais mistério envolvido nesse caso.
Investigando e correndo risco de vida, os detetives entram fundo e não poupam os contatos para descobrir o que estava acontecendo com aquelas crianças. Eles acabam descobrindo uma rede corrupção e morte. O quebra-cabeças estava montado e os privilégios eram maiores do eles imaginavam.

Roberto Pellanda em seu segundo livro, nos apresenta um romance policial muito realista, escrito com palavras ricas e envolventes, capaz de nos levar às mazelas do terceiro mundo. Um tapa na cara da politicagem nacional e internacional.

O livro em uma palavra: intrigante

Como quem lê faz seu filme eu torci o tempo todo para as crianças. Vibrei com o detetive Miguel, fiquei fã dele e de seu raciocínio rápido. A psiquiatra Maria Helena me deixou com gostinho de quero mais. Como a melhor aluna da turma deixa o futuro brilhante de lado e vai "ralar" na polícia ??
E a história de Paulo ? Quando o passado dele começa a vir à tona, o livro acaba.
Fiquei com um gostão de quero mais !
O livro é pequeno, a leitura é rápida e a trama é bem elaborada para deixar o leitor aguçado. No final tudo se encaixa e você fica besta com o rumo das coisas. Impossível não pensar : -Eu já isso em algum escândalo político ! ou - É fácil isso ter acontecido mesmo !

Querem saber se eu recomendo ?
Opa ! Recomendadíssimo

Saiba mais sobre o livro no site do autor : http://www.robertopellanda.com.br/


Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO