21

O melhor das Comédias da Vida Privada

O tema de abril do Desafio Literário é um livro de um escritor Latino-Americano

A minha escolha foi Luis Fernando Veríssimo. Sempre vi meu marido rindo muito com esse livro e resolvi aproveitar a oportunidade.

Não conhece o Desafio Literário ? É muito legal ! Clique aqui.

O melhor das Comédias da Vida Privada nos mostra como o cotidiano pode ser engraçado e muitas vezes até cruel.
Luis Fernando Veríssimo com sua irreverente escrita, apresenta uma coletânea de pequenos contos.
Fidelidades e Infidelidades, Encontros e Desencontros, Eles e/ou Elas, Família, Pais e Filhos , No bar e Metafísicas.
Esses são os assuntos tratados no livro e já antecipo que ler é garantia de boas risadas.
Como não é possível escrever sobre todos os contos, escolhi um para contar para vocês



Pijamas de Seda

Délio era o típico cafajeste. Dava nó até em pingo d'água . Oh homem danado !
Queridinho entre as viúvas, Délio tinha uma coleção de pijamas herdados.
Não você não entendeu errado ! Délio usava os pijamas dos defuntos sem nem um pingo de remorso.
Se não fosse trágico seria cômico, mas é justamente uma viúva que acaba com a paz de Délio.
Délio foi visitar Bonato em seu leito de morte e avistou a inconsolável Leinha apoiada em seu afilhado David. O que chamou mesmo a atenção, foi o pijama de seda pura de Donato. Para a super bordadeira de Délio seria facinho transformar um B em um D.
A cidade criou até uma banca de apostas depois do funeral de Bonato. Quando Leinha e Délio sumiram por um tempo, todos acharam que os dois estavam em Lua de Mel em Cancun.
Lua de mel que nada !
Délio apareceu sob efeitos de depressão dizendo que Leinha era pior que ele. Risos ...
Leinha era amante do próprio afilhado mas isso não era o pior.
E então, o que era pior ???
Leinha só queria o endereço da bordadeira !

" Em condições iguais, Délio não fugiria de uma disputa com Davi por Leinha e os pijamas de seda. Mas era preciso haver um mínimo de lealdade. Tudo às claras, na cara, e que vencesse o pior."

O livro em uma palavra: engraçado

Como quem lê faz seu filme, Veríssimo me levou ao dia a dia onde em meio a correria acontecem coisas hilárias . Sabe aquela frase " Se eu contar ninguém acredita ! " , Luis Fernando Veríssimo conta e nos faz rir e acreditar.

Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO