4

Morto até o Anoitecer

Esqueça tudo que você já ouviu falar sobre vampiros!


Os vampiros viviam entre os humanos reinvidicando direitos iguais. Sua "diferença" , era banalmente explicada por um vírus que os deixava alérgicos a luz do sol, alho e prata. Sua dieta? True Blood, um sangue artificial sintético engarrafado pelos japoneses.
Sookie, uma garçonete telepata que não conseguia se entender com homem algum. Em cada encontro dos seus 25 anos, era possível ouvir os pensamentos e as reais intenções mais obscuras de seus pretendentes. Isso a tornava virgem e sem pretendentes declarados. Seu maior sonho: Conhecer um vampiro.
Como toda aquela história de Anne Rice era verdade, Nova Orleans era a cidade preferida dos vampiros. Nessa, Born Temps, a cidade de Sookie no norte caipira da Lousiana, não havia sido visitada por nenhum até agora.
Bill, um vampiro moreno alto, bonito e sensual que adora fazer bad things ( menos comigo!!!), decide se instalar na pacata cidade de Born Temps e acaba aparecendo no Merlotte´s, bar onde Sookie trabalha como garçonete.
Bill e Sookie tem uma ligação forte logo no primeiro encontro. Arrebatadora para ser mais específica. Ele era a primeira pessoa que Sookie se sentia profundamente atraída e não conseguia ouvir os pensamentos.
A partir de então, aventura, paixão, ciúmes, entrega e assassinatos tomam conta da trama.
Charlaine Harris me surpreendeu ao criar esse enredo. Todos podem pensar que uma paixão de uma humana por um vampiro é muito clichê nos dias de hoje. Ou vampiros estão na moda e é sempre tudo igual ... Uma coisa eu digo, Morto até o Anoitecer é diferente de tudo e o amor de Bill e Sookie é épico, único, envolvente e muito tentador. As cenas de amor descritas no livro são de acelerar corações.
Charlaine, conseguiu homenagear Danielle Steel, Anne Rice e Elvis Presley contando uma história de vampiros futuristas organizados politicamente e misturados com um metamorfo. Não é o máximo?
Uma escrita gostosa de ler e apaixonante. Puro deleite.

Pontos fortes:
  • fácil de ler
  • envolvente
  • inovador
  • futurista

Pontos fracos

  • você vai passar mal com as cenas de Bill e Sokkie
  • vicia e é impossível não assistir ao seriado True Blood que dá vida ao livro.

Como quem lê faz seu próprio filme, dessa vez , eu engrosso o coro: Bill, faça bad things comiiiiiiiigo!!!!!!


Agradecimento especial para Alê do http://alelasorciere.blogspot.com/ que fez uma resenha

mágica sobre esse livro que eu tive que ler. Oh vício !


Conheça todas as edições da série Sookie Stackhouse

1. Dead Until Dark (2001) - Lançado no Brasil como Morto Até o Anoitecer
2. Living Dead in Dallas (2002) - Lançado no Brasil como Vampiros em Dallas
3. Club Dead (2003) - Lançado no Brasil como Clube dos Vampiros
4. Dead to the World (2004)
5. Dead as a Doornail (2005)
6. Definitely Dead (2006)
7. All Together Dead (2007)
8. From Dead to Worse (2008)
9. Dead and Gone (2009)
10. Dead in the Family (2010)

The Sookie Stackhouse Companion: A Complete Guide to the True Blood Mystery Series (2011)

* fonte http://www.fantasticfiction.co.uk/h/charlaine-harris/


Postar um comentário

Posts Recentes

© Quem Lê faz seu Filme - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO